______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

1º Grito Urbano em Itatiba (Setembro de 2008)


Racha Cuca ao vivo em sua apresentação

Foi realizado no último domingo de setembro, o 1º Grito Urbano em Itatiba, o evento foi organizado pelo Piera, guitarrista da banda itatibense de "Street Oi", The Bebbers Operários. O local escolhido foi o Deck Bar. As apresentações ficaram a cargo de duas bandas de Itatiba (Movediça e The Bebbers Operários), o Racha Cuca de Bragança e do Instiga (Campinas), que fechou a noite.

A primeira banda a se apresentar foi a Movediça, que agitou a galera com clássicos do rock, além dos blues do Velhas Virgens. A banda é boa, mas ainda tem um problema: os caras não contam com música própria, ficando apenas nos covers. Mas segundo Ismar, um dos guitarristas e vocalista da banda, em breve eles começarão a tocar material próprio.

Na sequência veio o The Bebbers Operários, que mandou todo o repertório de canções próprias. A banda formada por Piera (guitarra), Rodrigo (vocal), Carlão (bateria) e Carlinho (baixo), está mais afiada do que nunca e mandou mais um bom show que, durante várias canções, fez a galera abrir rodas próximo ao palco.

Os terceiros a tocar foram os bragantinos do Racha Cuca. Eles tocaram várias músicas próprias com muita energia e competência, sem falar da atuação do vocalista Manson, um verdadeiro showman. O cara toda hora ficava se banhando em cerveja e ainda por cima rasgava a camiseta. A última música que executaram foi “Bodies” do Sex Pistols. Para resumir, um show insano no bom sentido. Parabéns aos caras.

Quem fechou o festival foi a banda Instiga de Campinas. Os caras já estão no terceiro álbum e tocaram várias músicas do novo disco, além de músicas das outras bolachinhas. O único ponto negativo foi o público. Poucos ficaram para ver a apresentação e deixaram de conhecer uma excelente banda, com ótimas canções e bons músicos. Se algum dia eles voltarem para cá, não perca a oportunidade de curtir o competente som produzido pelos campineiros. Para mim foi uma das melhores apresentações que vi este ano. (IG)

Nenhum comentário: