______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

sábado, 28 de janeiro de 2012

Noite de muito rock em Campinas


Quem gosta de ouvir boas bandas de rock não pode perder a oportunidade de curtir uma noite de muito rock, punk rock que será realizada no Bar do Zé em Campinas. A banda paraense Machete apresenta-se hoje no recinto ao lado dos campineiros do Aquëles. Para saber mais sobre as bandas, divulgamos algumas informações sobre elas.


MACHETE

 "Machete é um projeto de 4 amigos desajustados que vem se arrastando desde 2007,  mas que por vários motivos nunca se concretizava. Até que por fim, no início de 2010, influenciados por bandas punk/hardcore, garage, e pitadas de surf music, a banda passa a existir. A banda nativa de Belém do Pará é formada por Wood Mutran (bateria), Felipe Carmo (vocal), Robson Siqueira (guitarra) e Edwin (baixo) - todos os integrantes seguem a filosofia straight edge (livres de drogas)."

AQUëLES!

"Tudo começou quando já não havia mais o que começar. Quando aqueles três raparigos de Campinas, conhecidos de longa data, resolveram juntar aqueles seus velhos instrumentos surrados para fazer aquele bom e velho rock’n’roll..." A banda AQUëLES! de Campinas/SP existe a cerca de um ano e é formada por José Felipe (bateria), Eduardo Machado (Guitarra e voz) e Héctor "Zazá" Vega (baixo). Os rapazes bebem da mesma fonte de bandas como Leptospirose, Merda, Estudantes, Muzzarelas... 

Link: http://tramavirtual.uol.com.br/aquelesrock

Machete - Tour pelo sudeste:

Hoje a banda se apresenta em Campinas. A banda que se desponta como revelação no cenário independente nacional vem para o sudeste para apenas duas apresentações, uma em Campinas/SP (no lendário Bar do Zé em Barão Geraldo) e outra em São Paulo/SP dia 29/01 (domingo) no já tradicional festival "Verdurada".

Em Campinas eles apresentam ao lado da banda local "AQUëLES" que também tem sido destaque no circuito independente paulista. O show comemora o lançamente do CD split "Seven Steps To Hell" lançado pelas duas bandas no final do ano passado via "Velho Rabugento" distribuidora/zine independente de Pernambuco.

Já na "Verdurada" a banda se apresenta ao ladado de grandes nomes como "O Inimigo" (banda formada por integrantes e ex integrantes de bandas como Ratos de Porão e CPM 22) e Questions. 

A turnê da banda pelo sudesde já teve grande repercussão em diversas midias como a Tv Cultura local de Belém, o jornal Diário do Pará, o site Trama Virtual de propriedade de João Marcello Bôscoli e o site Zona Punk.

Links:

Trama Virtual: http://tramavirtual.uol.com.br/noticia/2012/01/machete-em-sao-paulo
Café in Sônia: http://cafeinsoniafilmes.wordpress.com/2012/01/06/machete-tour
Zona Punk: http://zp.blog.br/?m=news&id=17699
AcheBelem: http://www.achebelem.com.br/shows/os-paraenses-do-machete-fazem-tour-por-sp-despedida-e-dia-21-na-veg-casa
Durango95: http://durango95.com.br/2012/01/23/machete-leva-vibracoes-tupinambalescas-para-sao-paulo
Diário do Pará: http://ee.diariodopara.com.br

Serviço Bar do Zé:

AQUëLES! - http://tramavirtual.uol.com.br/aquelesrock
MACHETE (Belém) - http://tramavirtual.uol.com.br/machete

Data: 28/01/2012 - Sábado
Entrada: 8 reais até as 22h - 10 reais após as 22h

Local: O Bar do Zé - Av. Albino J. B. de Oliveira, 1325, Barão Geraldo, Campinas/SP

domingo, 15 de janeiro de 2012

Surf na cidade de concreto


A banda Drakula formou um triângulo amoroso entre surf music, punk e garage rock, que executado por quatro caras de Campinas que usam máscaras de "luchadores", além de caveiras espalhadas pelo palco, resulta em um som autêntico e de muita energia.

E toda a autenticidade pode ser conferida no EP Vilipêndio a Cadáver que os caras lançaram em dezembro durante o Auto Rock Campinas. Neste EP, com quatro músicas e lançado em vinil, e nas primeiras cem cópias o disco briha no escuro, as canções flertam muito bem com os três estilos descritos acima.

Com boa pegada de bateria, duelos de guitarra e uma presença de baixo marcante, o disco tem uma qualidade de gravação excepcional. Todos os instrumentos são totalmente audíveis e a qualidade, só para variar, supera muito CD lançado por aí.

No lado A, estão "we want to set your ass on fire" e "satan girl" em que a mistura entre punk rock e surf music ficam muito evidentes. Elas são duas canções que farão os fãs mais exaltados mexer os esqueletos quando a ouvirem. 

No lado B, os três estilos ficam bem evidentes nas duas faixas, "cidade assassina", está com letra em português, e "i wanna be an aussie homeless" músicas perfeitas para rodas de pogo, bate-cabeça ou simplesmente sair no agito pelo salão.

E além de toda boa música, não podemos deixar de citar o belo trabalho gráfico deste disco. Com desenhos de Daniel ETE na capa e contra capa, o disco também tem artes de outros dois artistas. Michel Munhoz foi autor da arte do selo do EP no lado A e Victor Stephan, vocalista da banda carioca Os Estudantes, foi o responsável pela arte do selo no lado B. Para entender tudo o que foi escrito, se ainda não ouviu, corra e ouça este trabalho de uma das bandas mais interessantes que surgiu nos últimos tempos no cenário nacional.


sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Balanço Musical 2011: com as letras, mestre Quique Brown

Por Quique Brown


Publicado originalmente no Espaço Edith Cultura: http://espacoedithcultura.blogspot.com/

Canibal Vegetariano
Galera curte show no Cardápio
Como já vem acontecendo há uns bons anos, é hora de fazer o balanço final das atividades musicais de 2011. Diferente do que fiz nos anos anteriores, neste, vou trabalhar com três categorias aparentemente distintas (Edith Cultura, Escola Jardim Elétrico e Leptospirose) que, em menos de um minuto de conversa, juntam-se de forma extrema. Boa parte das bandas que vieram pra cá foram graças a contatos do Leptospirose que, por sua vez, trabalha dentro da escola de Música Jardim Elétrico – que, na maioria das vezes, emprestou seu som de graça pras bandas tocarem, bancou os pôsters e botou as bandas para dormir em uma de duas salas. Já o Edith fez toda a parte de divulgação, assessoria e cobertura dos eventos.

Canibal Vegetariano
Uma das atrações gringas: Guachass
Pelas mãos do Edith Cultura, em parceria com a Escola de Música Jardim Elétrico, Bragança Paulista recebeu em 2011: 29 eventos musicais, em 10 pontos (públicos e privados) da cidade, envolvendo 55 bandas diferentes, vindas de 23 cidades brasileiras, 10 estados e 3 países (sem contar o Brasil). O principal estilo musical envolvido nestes eventos foi o rock, em suas mais variadas vertentes, porém, também tivemos eventos com jazz, blues e MPB. Artistas de Bragança se apresentaram em quase todas as ocasiões tanto como banda de abertura quanto como atração principal. A cidade que mais mandou artistas pra cá em 2011 foi a capital pernambucana Recife - com cinco bandas - dos mais variados estilos. 

Os artistas internacionais que recebemos em nossa cidade este ano vieram do País Basco, dos Estados Unidos e do Uruguai, sendo que recebemos artistas dos EUA em três ocasiões diferentes. Toda a turnê brasileira da banda uruguaia Guachass -  com nove shows em 12 dias - foi organizada pelo Edith Cultura, em parceria com a Escola de Música Jardim Elétrico. Dos 29 eventos que aconteceram em Bragança este ano, 15 foram no Taberna Dharma Rock Bar, onde vemos o quão importante é este espaço para a cena de música autoral da cidade. Todos os eventos juntos receberam a presença de cerca de 3.500 pessoas, sendo que em algumas ocasiões as bandas tocaram para 10 pessoas e em outras para 400. 

Canibal Vegetariano
Alegria e rock: Cardápio Underground
No âmbito escolar, a Escola de Música Jardim Elétrico, participou da produção de sete eventos, em cinco lugares diferentes, com a presença de mais de 100 conjuntos escolares e produziu dois cds; coletânea de bandas da Viverde volume 1 e o 1° EP dos Irritantes. Dos 07 eventos produzidos pelo Jardim Elétrico, dois foram realizados com alunos da Escola Viverde, dois com alunos do Colégio Az Billingue e três com alunos da Escola Jardim Elétrico. 

Canibal Vegetariano
Quique refresca-se no Cardápio
O Leptospirose, banda da qual eu faço parte cantando e tocando guitarra, se apresentou 31 vezes em 16 cidades diferentes e sete estados. Seu 4° álbum - Aqua Mad Max - foi lançado em CD por oito gravadoras independentes de todo o Brasil e em LP pela Läjä Records. Durante o ano, o grupo lançou três vídeos, apareceu duas vezes (em ocasiões diferentes) na TV Cultura - em menos de um mês, gravou um ensaio de quase duas horas para a TV Trama e entrou numa parceria monstruosa com a marca de roupas do mal Weird Company.