______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

Motor City Madness lança vinil com cinco ‘pedradas’

Das profundezas do universo ou de algum ponto de Porto Alegre/RS, eis que surge mais um lançamento da Motor City Madness. Desta vez é o compacto 7 polegadas em vinil "Gravediggers".

O novo petardo dos gaúchos foi gravado em meados de 2015 no 301 Studios, em Sydney, Austrália, durante o Converse Rubber Tracks Worldwide. A “bolachinha” mostra a banda mais uma vez detonando ouvidos e chacoalhando cérebros com cinco “pedradas” cheios de caveira podre, sangue e distorção. Ou como já disseram por aí, "garage-punk-n-roll-stoner motorizado", o famoso “rock de pau duro”, como diz Sérgio Caldas.

Este é o primeiro lançamento da banda em vinil e vem em grande estilo, numa bolacha verde-ranho cheia de classe. Juntamente com o play, estreia o novo videoclipe da banda também, da faixa que dá nome ao disco, "Gravediggers". Sempre bom lembrar, que a capa foi desenhada pelo mestre das caveiras Daniel ETE.

Para dar uma sacada nas músicas, o EP está disponível aqui: http://motorcitymadness.bandcamp.com
Aqui segue o link do vídeoclipe: https://www.youtube.com/watch?v=SoRmr1ApuGQ
Para maiores informações sobre a Motor City Madness:
Facebook: http://www.facebook.com/themotorcitymadness
Youtube: http://www.youtube.com/MCityMadness
Bandcamp: http://motorcitymadness.bandcamp.com
Site: www.motorcitymadness.com.br


terça-feira, 21 de junho de 2016

Ataque Periférico volta à ativa

O Ataque Periférico está de volta aos palcos. A banda se reúne para comemorar dez anos do lançamento do seu segundo disco, 'Caverão', que é considerado manual de sobrevivência nos subúrbios e favelas cariocas. Com formação clássica, com Valcimar Lucas, no vocal; Rafael Parra, na guitarra; Athos Moura, no baixo; e Ricardo Gonçalves, na bateria, o grupo, que não se apresenta desde 2012, prepara turnê.

"Caverão foi um disco produzido com bastante cuidado e com dois intuitos muito claros, que era dar uma pegada mais thrashcore ao nosso som e que as letras sintetizassem toda nossa carioquice suburbana. São dez anos do lançamento desse disco que temos um enorme orgulho de ter produzido e, esse orgulho, foi o start para matarmos a saudade de tocarmos juntos", disse Valcimar.

Durante esse hiato, os integrantes do Ataque Periférico se dedicaram a outras bandas, como o Deus Castiga e Quadrilha Neolatina. As novidades da banda e as datas dos shows podem ser acompanhadas pelas redes sociais do grupo que foram reativadas.