______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

quarta-feira, 3 de abril de 2013

'Chuva de tijolos' nas caixas de som


Músicas com batidas eletrônicas misturadas com guitarras, belas melodias, linhas de baixo e algumas bases com violão. Este é um resumo simples do disco 'Robsongs'. Vocalista e guitarrista da banda paulistana, The Concept, Robson Gomes aproveitou tempo livre de sua banda e em um estúdio improvisado e caseiro, gravou um EP com quatro músicas. Sobre este lançamento, conversamos com o cantor e compositor para saber mais de sua carreira e planos.

Canibal Vegetariano: Por que Robsongs?
Robson Gomes: Robsongs seria Robson + Gomes + dos Santos, até meu nome é musical (risos).

CV: Desde quando você produz este trabalho solo?
RG: Comecei a aprender e a produzir minhas próprias musicas em 2010. Sabia o que tinha na cabeça, mas ainda não conseguia externar da maneira que eu queria. Fui obrigado a aprender a produzir minhas próprias músicas por necessidade, por falta de recursos financeiros para fazer as captações em estúdios profissionais e também por que sempre quis fazer isso...

CV: Como foi o processo de gravação? Houve participações especiais?
RG: Ligava o computador, montava tudo que era possível aqui no meu quarto, gravava parte por parte, instrumento por instrumento... Os recursos sempre foram os mínimos necessários e tudo isso em um penthium 4. Mas não se engane, o computador não faz nada por você, existem samplers, presets, programas, plug ins, mas nas minhas músicas nada foi sampleado, tudo feito na unha... O computador não toca por você, apenas faz o trabalho que os rolos analógicos faziam e fazem até hoje e facilita a vida de compositores e produtores como eu. Claro que adoraria ter um ótimo estúdio ao meu dispor, mas a realidade é outra e não vou deixar de registrar minhas músicas por romantismo de certos puristas. Para mim, o que importa mesmo é a música e não como ela foi feita. Tudo foi feito e arranjado por mim, sem nenhuma participação e coisas como as vozes e violão tive que gravar no estúdio de um amigo por não ter o silêncio necessário para fazer as captações, pois moro em uma avenida muito barulhenta.

CV: Cara, como você define as músicas que compõe. Esta é para o Robsongs e esta para The Concept?
RG: Com o coração mesmo. Certas estruturas harmônicas acho que cabem melhor em determinado trabalho e também por uma questão sonora e estética mesmo.

CV: Como pretende divulgar este trabalho? Haverá shows solo?
RG: Sim, já fiz duas apresentações solo, com programações e futuramente pretendo também formar uma banda, que sempre foi a ideia primordial.

CV: Discos, dizem que eles estão em baixa, algo que não acredito. Você pretende lançar este trabalho em CD ou vinil, ou apenas em MP3 pela internet?
RG: Os dois primeiros singles estão disponíveis tanto para compra digital, quanto a compra física no site oficial da The Blog That Celebrate Itself Records, no Bandcamp ou através do email:  renatomalizia@hotmail.com. Quanto ao formato em vinil é um sonho que tenho e sim, é muito cogitado. As pessoas que realmente apreciam música, fazem questão de comprar as obras em formato físico e ajudar o artista a continuar produzindo seus trabalhos.

CV: Quais foram suas influências para gravar este EP e como seus companheiros de banda encaram este trabalho solo?
RG: Minhas influências são várias, desde, V.U. a Brian Jonestown Massacre. Meus companheiros de banda me apoiam, pois sabem que tenho necessidade e que sou uma pessoa extremamente prolífera musicalmente...

CV: Qual sua opinião sobre o momento que vivemos em questões musicais. Como estão as casas de shows, o público e os bares? O que mudou do início da década de 90 para agora?
RG: Acho que finalmente está surgindo uma cena nacional bem consistente, algo que nos anos 90 também existiu e curiosamente, são as pessoas dessa mesma época que estão novamente recriando algo que se perdeu por falta de seriedade e união das bandas. Aqui não houve uma cena e todas as outras bandas eram rivais, ao contrário de muitos outros países que se apoiavam e celebravam uns aos outros.

CV: O que mais o público pode esperar de Robson Gomes para este 2013?
RG: Um novo single que deve sair em breve e até o fim do ano um disco inteiro de novas composições e muitas outras surpresas.

CV: Deixo espaço para suas considerações finais, grato pela entrevista.
RG: Agradeço imensamente o interesse por minhas músicas e as pessoas que vem me apoiando desde o início, especialmente Renato Malizia e Dimitry Uziel e The Blog That Celebrate Itself Records, meus amigos e familiares e essencialmente Deus por existir e me permitir exprimir todos esses sentimentos.  

'Chuva de tijolos' em formato de rock

                'Os dias caem como uma chuva de tijolos', essa é uma parte da canção "Chuva de Tijolos" que abre o disco de RobSongs. Com uma mescla de pop, rock e música eletrônica, Rob faz o ouvinte ficar ligado em suas linhas de baixo entre batidas mecânicas e uma voz que lembra algumas bandas shoegaze.
                O disco de Robson Gomes, guitarrista da banda The Concept, é um EP que mescla o melhor do pop rock "tradicional" com estilos mais modernos e letras que refletem certo desespero social em relação ao tempo, estilo de vida entre outros assuntos existenciais.
                Com músicas gravadas no melhor estilo "Do Yourself" (faça você mesmo), Robson gravou músicas muito pessoais mas que com certeza atingiram em cheio pessoas que estão à busca de novas sonoridades e experimentações. Se você ainda não tem esse EP em sua coleção, entre em contato no endereço citado na entrevista, pois o disco está para ser descoberto por pessoas que não tem pré-conceitos musicais. 

Um comentário:

Rose prado disse...

Sensacional!Gostei das musicas.Ótimo compositor e canta muito!Parabéns pela entrevista!Sucesso para vocês!