______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

domingo, 25 de março de 2012

Pugna: Mais de uma década de rock'n'roll


Arquivo Pessoal
A banda sorocabana está há 11 anos na estrada e entre lançamentos de álbum, EPs e mudanças na formação, continuam com muito pique e fome de rock'n'roll. Recentemente lançaram um split CD com a banda Maguerbes. Nós do zine/blog Canibal Vegetariano conversamos com o guitarrista Fábio que falou sobre a história da banda e também dos projetos futuros de sua trupe. Além de Fábio, a Pugna tem Richard no contra baixo, Fernando na guitarra, Márcio no vocal e Bruno na bateria.

Canibal Vegetariano: Cara, após 11 anos na estrada, com todas as dificuldades para manter uma banda atualmente, o que os mantêm na batalha?
Fábio: Bom ,todas as pessoas tem seus talentos , uns jogam bola, outros vendem drogas , outros roubam bancos, alguns combatem o crime, sei lá...Nós fazemos o que sabemos e temos talento para isso, não poderia ser diferente para mim, o rock me deu coisas que jamais poderia ter em outras situações e sendo assim sou devoto a ele.

Arquivo Pessoal
 CV:Qual a proposta musical do Pugna e quais as influências?
F: Nossa proposta é fazer o que sentimos bem ,os riffs saem de uma forma natural porque estamos no clima , gostamos de Rock e é isso que fazemos .Muitas coisas nos influenciou  nessa caminhada, não só a música como as atitudes, coisas como Fugazi, At the Driven In, Minor Threat, Mc5, Refuse, Queens of the Stone Age, Ramones, Black Flag,  etc ... Quando a musica é boa e bate  de alguma forma ela te contagia e a influência é automática sem pretensões.


CV: Vocês lançaram um EP em 2003 e três anos depois houve o lançamento de um álbum. Recentemente vocês lançaram um split com o Maguerbes. Houve outro registro neste intervalo?
F: Em 11 anos realmente foi complicado o processo de gravação e lançamentos, foi bem isso que você citou. Lançamos a demo “primeiro round” em 2002 com 5 músicas  e na sequência gravamos o álbum “Gladiadores na Arena”  com 13 músicas que ficou só no virtual para baixar pois a Pisces Records seria o selo que lançaria esse trampo, e como o cara é um puta sacana e um grande FDP  deu "mo mio" com conosco e ficamos esperando sair e não saiu, então acabamos disponibilizando só na net mesmo, e agora estamos com essa split com o Maguerbes que é uma puta satisfação para nós, lançando do jeito mais punk possível que é nossa cara.

Arquivo Pessoal
 CV: Por que vocês lançaram um split e não apenas um álbum de vocês? E fazer isso com a Maguerbes, era algo planejado?
F: Cara nós estávamos com 7 músicas quase prontas e me veio essa ideia de split , que antigamente sempre tinha entre as bandas punks e juntar duas bandas que não tem um segmento na cena saca, tipo, nós não somos HC ou indi ou garagem ou ... sei lá que porra é isso é rock e o Maguerbes é meio que isso também, então essa é a forma de duas bandas fazerem um corre com uma puta parceria onde quer que vamos, nós os levamos com a gente seja no físico ou apenas no CD e eles o mesmo. Os caras são muito firmeza e é umas das coisas que mais acertamos nesses 11 anos de Pugna.

CV: Como é o espaço para divulgação das bandas independentes em Sorocaba e na região?
F: Bom, no momento a coisa tá boa, com vários agitadores organizando eventos  e desbravando locais para apresentações de bandas em praças, bares, espaços da prefeitura, casas pequenas, loja, porão etc... Então tem espaço para tocar e organizar gigs com as nossas bandas prediletas, está viável e com o crescimento dos coletivos a coisa tende a melhorar cada vez mais.

CV: Em todo esse tempo de estrada, quais os lugares mais legais que já tocaram e qual a maior furada?
F: Todos os lugares que tocamos foram ótimos pois se abriram espaço para nós que somos toscos, tocar tem que ser um pico foda mesmo(risos). É sério, não quero bancar o boa praça, mas não tem essa, se formos até o local para tocar, temos que fazer o role ficar "loco"  e isso faz com que o show e o local seja o melhor. Mas temos várias histórias "locas" de shows como quase sermos presos no palco ou guitarras caindo da van em auto estrada, sinistro!

Arquivo Pessoal
CV: Em que as cenas regionais e a nacional precisam melhorar?
F: Precisam para de esperar cair do céu coisas que  que você tem que fazer por si só e parar de montar bandas para agradar produtores. Se você gosta de Rock faça com sinceridade que de alguma forma você vai ser recompensado.


CV: O que vocês planejam para 2012?
F: Bom estamos no corre de tocar e divulgar essa split..de resto sem planos ... deixar rolar que eles se formam no decorrer do ano... Paz e Rock a todos !

Nenhum comentário: