______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Les Fleurs: uma viagem sem limite

Canibal Vegetariano
André
A banda itatibense Les Fleurs, antes chamada Les Fleurs du Mal, volta às atividades depois de um hiato de cinco anos, devido, principalmente, ao rolê que um dos membros originais, André Fujiwara, deu pelo lado oriental do planeta.
E as mudanças da banda não param apenas no nome, elas também ocorrem na formação, repertório e decisões polêmicas, uma delas a troca de músicos humanos por computadores e programas pré-programados. Para saber mais sobre o retorno e todas as mudanças, o cara chato que sempre escreve no fanzine/blog Canibal Vegetariano, foi conferir um ensaio da banda e entre uma cerveja e outra, trocou uma ideia com os membros atuais: André Fujiwara, guitarra, backing vocals, Reginaldo Maciel, vocais, guitarra, violão, Richard Kraus, teclado e Daiane Zep, vocais, backing vocals.

Canibal Vegetariano
Reginaldo e Daiane
A primeira pergunta durante o bate papo foi; por que vocês optaram por se apresentar sem baixista e baterista? "Cara, desde o início, tivemos vários problemas com bateristas, nunca pelo lado pessoal, mas sim musical, nossas ideias não batiam, estávamos muito além do que muita gente toca, pois fazemos uma salada musical e temos muitas influências distintas", disse Reginaldo Maciel.
André também comentou sobre as mudanças. "Aqui no Brasil é difícil encontrar músicos que topam tocar junto com algo programado. Pelo atual momento da banda, teríamos fácil, umas dez pessoas tocando juntas, mas sabemos que isso é inviável por várias razões e aproveitamos para trabalhar mais com a tecnologia", comentou.

Canibal Vegetariano
Richard
REPERTÓRIO/ A banda atualmente deixou um pouco de lado o as composições próprias e no retorno eles apostam em versões para músicas obscuras da cultura pop e também hits conhecidos das várias fases do rock'n'roll. "Nossa viagem musical ocorre de New Order a Kinks, do início do rock nos anos 50 a bandas do século 21. Misturamos tudo devido ao gosto de cada um. Estamos curtindo muito esse momento", comentou Richard.
                Sobre a entrada de uma mulher na banda, os três disseram que isso era algo que eles pensavam há tempos. "Sempre gostamos de experimentar, de não limitar nossas ideias, e sempre tivemos bem claro que seria muito legal ter um vocal feminino e isso está rolando atualmente, o que nos deixa ainda mais a fim de nos apresentarmos", afirmaram.
              
Canibal Vegetariano
A banda
Para quem pensa que a banda toca somente cover pode esquecer. Em pouco mais de sete anos de banda, com intervalo, já dito, de cinco anos, eles lançaram um EP "Rock'n'roll french bitch" e um álbum "Dancing on the bottle neck". "Fizemos pouquissimas cópias, mas registramos dois CD's com músicas próprias e ainda temos um pronto, ainda não lançado. Ele é um projeto que fizemos com Mateus Machado, poeta, em que musicamos vários poemas de seu livro 'Pandora's Pussy'", declarou André. "Atualmente deixamos essas músicas de lado para nos dedicarmos as versões, pois queiram ou não, é mais fácil para descolar shows em bares, mas não abandonamos as composições, tanto que na apresentação do dia 11, vamos apresentar uma canção inédita", encerrou André.
                A banda Les Fleurs faz sua primeira apresentação após retorno no próximo dia 11, em Itatiba. O local será o bar Ponto Alto, no bairro Cruzeiro a partir das 22h.


Um comentário:

João Paulo Carrara disse...

Muito bom Canibal!
Bom tb saber do retorno da banda..
Lembro de ter visto um show deles em uma chácara no bairro Santo Antonio, na beira da piscina, mas faz muiiiiiito tempo kkkk
Com certeza vai ser legal assistir o show deles novamente!