______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

É mais do que música, cinema e artes, é Cardápio Underground

CARDÁPIO UNDERGROUND 2009 – 6ª edição
de 7 a 12 de outubro

EDITORIAL
Chegamos a sexta edição do festival Cardápio Underground e o que se vê em termos automobilísticos aqui na Rua José Domingues é uma média de 22 carros, de várias classes sociais distintas por minuto, num horário normal de expediente, graças á uma lombada na descida e um farol na subida. Pra quem está descendo a rua de origem foi Coronel Leme, pra quem está subindo ela é o destino, mas o importante mesmo, é que do ponto de vista do caminho a ser percorrido elas são a mesma rua. Quantos destes carros que estão subindo irão estacionar na contramão antes de chegar no último farol antes da praça? Quantos dos carros que estão descendo não chegarão a Rua José Domingues? Lapiseiras no Céu! Cardápio Underground 2009 (6ª Edição) Bem Vindos! Bien Venidos! Welcome! Bragança não termina na Fernão Dias, a estrada de Socorro nos leva para o Circuito das Águas! Há certamente muito o que se ver por detrás das montanhas!!!!


7 de outubro – a partir das 20 horas – ABERTURA DAS EXPOSIÇÕES (gratuito)

FOTOGRAFIA

Vitor Borgheresi
Filho apaixonado da amada desvairada, almoça asfalto e janta gente.
Obra sem nome, sem-teto e sem alma.
Ariela Plaza
Apaixonada pelas imagens que rodeiam sua mente através dos livros, músicas, objetos, pessoas, quer transmitir um pouco de seu mundo imaginário com “Coisas de Anita”.
Thichi Tri
Bragantina, estudante de fotografia , nesta série, 20 portas, 20 dias, 20 atrasos no trabalho e 21 páginas de um álbum velho pra finalizar.
Daigo Oliva
Nasceu em São Paulo e é fotógrafo. Ao lado de Mateus Mondini publica o fotozine Fodido e Xerocado, um compilados de fotos de bandas punks pelo mundo.
Mateus Mondini
É colecionador de discos, tem um selo que lança discos de vinil e sempre que pode sai em turnê fotografando e enfrentando roubadas com alguma banda. Vira e meche faz fotos para grandes revistas, grandes agências e grandes idiotas, mas quem se importa?
Fernanda Zerbini
Na palavra imagem-sonora , assim parece ser esta jovem artista irrequieta, ruindo o silêncio empoçado da família, erro no lugar certo, desenterro, fluxo, furor de vida corrompendo o bom senso.
Mariana Meloni
Formou-se pesquisando fotografia e erotismo a partir dos estudos de gênero. É fotógrafa free-lancer e professora de fotografia de uma universidade.
Laura Aidar
Em “Janela da Janela”, busca explorar a riqueza em intensidade plástica. Riqueza no olhar que enquadra a imagem, e assim, forma uma nova, com diferentes significados.
Renato Lima
Atento às rachaduras nas varandas internas. Aos agoras que fazem o espírito coçar.

ARTES VISUAIS

Yan M. (Atibaia)
Artista visual cujas referências são o caos e a desinformação na era da informação.
Spacek (Atibaia)
Igor e Ivan Spacek desenvolvem trabalhos em diferentes suportes e intervenções urbanas espalhadas pelo mundo afora.

Bia Raposo (Bragança Paulista)
Apresenta um trabalho autoral de vanguarda onde mistura arte-educação e arte conceitual.
Matias Araoz (Buenos Aires)
Artistas gráfico da boa escola argentina de artes punks.
Stu (São Paulo)
Pinta, cobre tudo e volta a pintar, cobre novamente e volta a pintar, com a calma de quem sabe que tudo vai dar certo.
Leonardo Akio (Bragança Paulista)
Explora corpos e linhas, ora delicadas, ora sujas, palavras que levam à imediata reflexão e espaços aparentemente vazios onde se pode respirar tranquilo.
Maffei (São Paulo)
Trabalha, em alto contraste, figuras esquecidas do nosso cotidiano em lugares inusitados.
Pipoca (Campinas)
Cola dejetos achados pela rua nas suas noturnas caminhadas, para depois conciliá-los com desenhos simples carregados de sinceridade.
Matias Picón (Atibaia)
Explora novos conceitos de arte urbana, se apropriando, ilegalmente, de objetos que são comuns no nosso convívio público.

8 de outubro – a partir das 20 horas – CINECLUBE (gratuito)

Os filmes que exibiremos nesta edição do Cardápio, excerto os curtas, foram gentilmente cedidos pela Mostra Microfonia Filmes e Documentários de Rock, ocorrida em Porto Alegre (RS) em junho de 2009.


Curtas – 20 horas
programação gentilmente cedida pela 3ª edição da Mostra Curta Audiovisual de Campinas. A 4ª edição da Mostra acontece entre os dias 23 e 31 de outubro de 2009. Informações: www.mostracurta.art.br

Média metragem – 21 horas
O Rock Sergipano: Esse Ilustre Desconhecido (Werden Tavares, 2008, 27')
Vídeo-documentário que traz um recorte do cenário rock de Sergipe. É uma rápida leitura do movimento cultural local a partir dos anos 80 até meados de 2004.

Longa metragem – 21:30 horas
The Decline Of Western Civilization: Juventude Decadente (Penelope Spheeris, 1981, 100')
Documentário da cineasta Penelope Spheeris sobre o surgimento do punk rock na costa oeste americana. Diferente do que acontecia na costa leste, mais especificamente em Nova York, o punk californiano era mais agressivo e rápido, dando origem ao hardcore. O filme conta com apresentações de bandas pioneiras no estilo como X, Black Flag, Circle Jerks, Fear, Catholic Dicipline, Germs e Alice Bag Band.

9 de outubro – a partir das 20 horas – CINECLUBE + DEBATE + MÚSICA (R$5,00)

Curta – 20 horas
13º Goiania Noise (Sérgio Valério, 2008, 23’)
Cria da Monstro Discos, A ultima edição do maior festival de rock independente nacional é retratada neste documentário, com depoimento de bandas participantes e dos produtores.

Debate – 20:30 horas
Quique Brown, Ruivo, Matheus Mondini, Daigo Oliva e Matias Araoz (Argentina) sobre: vários assuntos relacionados a música independente, fugindo do assunto sempre que for possível!!!
Longa metragem – 21 horas
Guidable: A Verdadeira História do Ratos de Porão (Fernando Rick e Marcelo Appezzato, 2008, 121’)
Registro oficial, e sem censura, de quase três décadas do Ratos de Porão,uma bandas mais antigas e importantes da cena hardcore mundial.O filme também é um importante registro audiovisual do início do movimento punk no Brasil,com muitas cenas raras e inéditas.

NAIFA (São Paulo-SP)
Refrões altamente grudentos, gritados energeticamente alto e em coro!!!

Discotecagem com Carlão Ferrari: cirurgião dentista, especializado em radiologia bucal, um dos primeiros góticos do Brasil e inveterado colecionador de discos, fitas, cds, mp3s, mp4s, equipamentos de percussão, guitarras e qualquer outra coisa que faça som!!!

10 de outubro – a partir das 20 horas – CINECLUBE + MÚSICA (R$10,00)

Longa metragem – 20 horas
Wild Zero (Tetsuro Takeuchi, 2002, 98’)
Imagine uma mistura de Rock’N’Roll High School, Plan 9 from Outer Space e Night of the Living Dead, filmado no Japão com os membros da banda Guitar Wolf! Uma viagem cinematográfica que mistura alienígenas e zumbis, cerveja, e rock nipônico, nesta aventura bem humorada.

EU SEREI A HIENA (São Paulo-SP)
Som doido e ambiental influenciado (inicialmente) por Fugazi e feito por membros atuais de bandas como: Ratos de Porão, Discarga, O Inimigo, Dance Of Days, Good Intentions e Isósceles Kramer.
Os caras estão concorrendo ao VMB 2009 na categoria melhor banda instrumental.

THE BARFLY SURFERS (São Paulo-SP)
Um Japoneis sem sobrenome nipônico sentindo saudades da praia e de seu conjunto máster (o) “Merda”, resolveu chamar dois amigos pra misturar Charles Bukowski e surf music em São Paulo.

MATHEUS CANTERI E A GANGUE DO FRANGO (Bragança Paulista-SP)
Country music radicalmente pesada, técnica e visceral.

11 de outubro – a partir das 20 horas – CINECLUBE + MÚSICA (R$10,00)

Longa metragem – 20 horas
Montevideo Unde (Martín Recto, 2008, 50')
A recente cena uruguaia de musica independente é retratada neste documentário, que conta com as bandas Dante Infierno, Motosierra, Hablan Por La Espalda, Santa Cruz e La Hermana Menor. Uma excelente oportunidade para conhecer um pouco mais sobre a cena latino-americana.

OS ESTUDANTES (Rio de Janeiro-RJ)
Eles são do Rio, não estudam no Múltipla Escolha e não são bronzeados.

ZEFIRINA BOMBA (João Pessoa-PB)
Trio paraibano que usa um violão todo fudido em vez de uma guitarra e faz um barulho desgraçado.

OS VISITANTES (São Paulo-SP)
Rock em português para dançar e pirar.

12 de outubro – a partir das 16 horas – MÚSICA (R$10,00)

LOBOTOMIA (São Paulo-SP)
Crossover violento vindo dos tempos áureos da coletânea Ataque Sonoro (1985) onde emplacaram dois sons. Depois disso lançaram mais dois discos encerrando suas atividades em meados dos anos 90, voltando com força total em 2002. Acabam de chegar de uma turnê monstruosa pela Europa e de lançar o terceiro álbum de carreira “Extinção”.

AÇÃO DIRETA (São Paulo-SP)
22 anos interruptos de rock pauleira!

THE RENEGADES OF PUNK (Aracajú-SE)
Guitarras limpas e vocal feminino num rock and roll alucinantemente agressivo que num determinado momento da vida vira punk/hardcore.

MAHATMA GANGUE (Mossoró-RN)
Depois de torrarem os miolos ouvindo Los Saicos e The Ventures, esses três desocupados entraram em um mundo de surfistas, andarilhos e mortos-vivos e agora estão soltos por aí em ritmo selvagem.

SUJEITO A LIXO (Atibaia-SP)
Powerviolence brutal de Atibaia, completando no ano corrente, 10 anos da mais maldita sujeira rock and roll possível.

Expediente
Realização – Espaço Edith Cultura

Produção Musical – Quique Brown
Fotografia – Vanessa Sobrino
Artes Plásticas – Matias Carsolio Picón
Cinema – Mostra de Curtas de Campinas
André La Salvia
Mostra Microfonia de Porto Alegre - RS
Daniel Villaverde
Designer Gráfico – Matias Araoz
Montagem – Celão e Rodrigo Figueiredo
Produção – Daniela Verde
Colaboração – Bia Raposo
Incentivaram este projeto – João Carlos L. Funck, Bernadete L. Funck, Rubens Filocomo, Di Raposo, André, Juca e Guto La Salvia.

Serviços
Net:
www.edithcultura.org.br
www.myspace.com/cardapiounderground
www.fotolog.com.br/rockna9
cardapiounderground@hotmail.com

Tel. 11 2277 5563/ 11 7168 1270

Endereço: Sociedade Ítalo-Brasileira/ Espaço Edith Cultura
Rua Cel. Leme, 176, Centro
Bragança Paulista/ SP

Passaporte com os dias 9, 10, 11 e 12
R$20,00
Venda antecipada na escola de música Jardim Elétrico

Nenhum comentário: