______Versão on-line do zine Canibal Vegetariano______

Somos loucos apaixonados por rock, buscando sempre divulgá-lo de forma independente, sem jabá e amarras.

terça-feira, 28 de julho de 2009

'Tudo que não foi feito sonoro vai ser barulho'

O que escrever sobre um livro de poesia/poema escrito por um poeta punk? É isso mesmo, as poesias de Marcelo Veronese (Beso) é um apanhado de ideias escritas entre 1993 e 2008 e que em muitas delas expressa bem o sentimento punk além da maneira como foi lançado.
Beso para quem não sabe, participa da Cooperativa Cultural da Periferia (Cooperifa) na zona sul de São Paulo e também ataca de guitarrista e vocalista em uma banda de rock de Campinas, Alcoois. E foi no show dw lançamento do CD demo de sua banda, que nós tivemos a oportunidade de conhecer o lado poeta do guitarrista.
O livro intitulado "Juventude Supersônica" tem 80 páginas que acabam sendo lidas de maneira muito rápida devido ao fato das poesias e poemas serem atraentes e "malucas", você sente que a única preocupação do autor é exclusivamente com sua arte, refletindo o que realmente sentia enquanto "vomitava" palavras no papel. Entre os poemas, é impossível destacar um ou outro, devido a qualidade de todos. Se ficou curioso, procure já o seu exemplar. Para deixar nossos leitores mais curiosos, vamos transcrever um trecho do livro. Lembrando, que um dos poemas Um "A", foi musicado pela banda de Beso e está no CD demo.
"Antes eu remexia nos bolsos
das minhas calças usadas
e encontrava dinheiro;
hoje encontro palavras..."

2 comentários:

Anônimo disse...

Excelente, o Beso vai adorar tb...
Agora quero ler o livro ok???
Bj
de@lima

christian disse...

ótima descoberta Ivan!
e o som dos caras, cade?
é legal?